Planeje o sucesso da sua clí­nica

Planeje o sucesso da sua clí­nica

No atual mercado, extremamente competitivo, executar a técnica com excelência de qualidade nada mais é do que uma obrigação do profissional na percepção do paciente. Apenas a excelência técnica não determina sucesso de um profissional. É importante enxergar a clínica como uma empresa, independente de trabalhar na pessoa jurídica ou física, e como tal é fundamental uma administração profissional. A gestão familiar, sem gerenciamento, pode levar o negócio ao fracasso.

 

Então, é primordial que os profissionais da área da saúde busquem conhecimentos da área de gestão e finanças. A técnica que se aprende na faculdade precisa ser de excelência; gestão sem técnica aprimorada não funciona.

Gestão + técnica = sucesso!

O departamento financeiro é o coração da clínica. Em finanças, podemos enumerar pontos importantes a serem seguidos na gestão de seu negócio, e o primeiro passo a ser dado é um mapeamento de todo o sistema financeiro da clínica. Como disse Chiavenato “o que não se pode medir, não se pode administrar”.

Ter metas e objetivos só é possível se mapearmos onde estamos atualmente. Um trecho clássico de 'Alice no país das maravilhas': se não sabemos onde estamos, ir à qualquer lugar serve.

Com isso, queremos falar do que consideramos o importantíssimo ponto de partida para o sucesso de toda e qualquer ação dentro da uma clínica: um DIAGNÓSTICO bem feito e preciso no seu setor administrativo e financeiro. O diagnóstico consistente é que assegura um planejamento de resultados.

É importante seguir 3 passos:

PRIMEIRO PASSO: Onde estou? Saiba onde sua clínica está, em números. Isso é possível através de um mapeamento como sugerimos nesse QR Code. Conheça todas as despesas, receitas, pacientes atendidos, pacientes novos e taxa de conversão. Anote tudo, tudo! Preencher o mapeamento financeiro é simples e nós podemos te ajudar nessa tarefa. Veja como fazer:

A metodologia para preencher os dados depende de cada um e deve ser algo que não te atrapalhe, que não se torne penoso; deve-se fazer os lançamentos uma vez ao dia ou uma vez por semana, como preferir. O importante é que no final do mês, os números mostrem a realidade do seu negócio.

É importante enxergar a clínica como empresa e não uma extensão de sua vida pessoal. Muitos profissionais pecam por acreditar que todo o dinheiro que entra na clínica pode ir direto para o seu bolso. Errado! O profissional deve ter seu pró-labore.

As informações obtidas pelo preenchimento do mapeamento financeiro devem refletir exatamente a realidade da clínica; informações incorretas ou imprecisas poderão produzir estratégias também equivocadas e o resultado, portanto, será diferente do esperado.

Esse mapeamento tem o intuito de facilitar sua vida, mostrando de forma rápida e fácil o seu negócio; por isso, preencha-o com calma.

SEGUNDO PASSO: Para aonde quero ir? Após saber onde sua clínica está, você deve definir metas de aonde quer chegar, em números. Algumas perguntas importantes que merecem respostas antes de começar o ano:

Quantos pacientes novos minha clínica precisa captar por mês?

Como geramos receita e como posso ampliar minha rentabilidade? Quantos % preciso ampliar?

Quem são meus clientes e o que me diferencia dos demais profissionais?

Minha clínica está usando toda sua capacidade produtiva ou tenho ociosidade?

TERCEIRO PASSO: Como vou chegar lá? De nada adianta o 1º e o 2º passos serem bem executados e não servirem de nada. Você deve traçar o planejamento financeiro a ser seguido para que alcance esses objetivos.

Apenas querer crescer não basta. É necessário AGIR para alcançar essas metas.

Segundo Gitmann, o planejamento financeiro é um aspecto importante das atividades da empresa porque oferece orientação para a direção, coordenação e o controle das providências tomadas pela organização para que atinja seus objetivos.

O que apresentamos é um roteiro didático de como fazermos um planejamento. Pode até parecer meio complicado ou que significa perder tempo; para alguns, pode-se até pensar em “atraso de vida”, mas lembre-se..... é o seu negócio e se não houver tempo para seu negócio, os resultados poderão ser sempre os mesmos, e o pior, sem melhoria alguma.

Então, mãos à obra!  

* Publicação autorizada desde que citado o autor e site www.sisconsultoria.net

* Por Dr. Éber Feltrim